A Rússia apelou este sábado a todas as partes “contenção” na Síria e considerou “completamente inaceitável” pôr em perigo a vida de soldados russos, na sequência dos ataques aéreos israelitas.

“Apelamos com insistência a todas as partes envolvidas para se conterem e evitarem qualquer ato que possa complicar ainda a situação”, declarou o ministro dos Negócios Estrangeiros russo num comunicado.

No comunicado, Moscovo sublinha que recebeu “com grande preocupação os ataques à Síria” e que está sobretudo preocupado com “uma escalada tanto dentro como em torno das zonas de baixa de tensão na Síria, que foram um fator importante para a diminuição da violência em território sírio”.

Por outro lado, no comunicado, Moscovo indica a necessidade de respeitar de maneira incondicional a soberania e a integridade territorial da Síria e de outros países da região.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“É absolutamente inaceitável criar ameaças contra a vida e a segurança dos soldados russos” que estão na Síria, adiantou.

O Exército de Israel lançou hoje um ataque em grande escala contra objetivos iranianos na Síria e o sistema de defesa antiaéreo sírio, depois de um caça israelita ter sido abatido esta manhã.

“Doze objetivos, incluindo três baterias de defesa aérea e quatro objetivos iranianos que fazem parte do estabelecimento militar do Irão na Síria, foram atacados”, informou o Exército num comunicado.