FC Porto

Bruno Costa, o aluno de Engenharia Informática que não precisou de cábulas

885

Bruno Costa foi o sexto jogador da equipa B a jogar na formação principal do FC Porto esta temporada. Destaque no último Mundial Sub-20, concilia o futebol com os estudos universitários.

Bruno Costa (aqui a disputar a bola com o internacional alemão Emre Can) foi a grande surpresa do FC Porto em Liverpool

Getty Images

A 30 de maio, escrevíamos assim no Observador: “Se queres dançar e não tens par, chama o Bruno, chama o Bruno”. O que era isto? O resumo da vitória de Portugal frente à Coreia do Sul, por 3-1, nos oitavos de final do Campeonato do Mundo Sub-20. Um dos Brunos, o que jogava mais à bola, era o Xadas, do Sp. Braga; o outro Bruno, o que foi a surpresa de Emílio Peixe nesse jogo (com sucesso), era o Costa, do FC Porto. O mesmo que, dez meses depois, teve a oportunidade de estrear-se em Anfield Road pela equipa principal dos azuis e brancos.

Nascido em Oliveira de Azeméis, o médio ofensivo/avançado (que é como quem diz capaz de fazer as quatro posições mais adiantadas no campo) começou a destacar-se no Feirense mas chegou aos dragões ainda com idade de infantil (Sub-13), completando depois todo o percurso de formação no Olival. Com dois títulos de juniores conquistados, passou a ser presença regular da equipa B a partir de 2016/17, mas chegou a fazer parte do grupo que venceu a Segunda Liga na temporada anterior. Esta noite, um pouco do nada, deu o salto para a ribalta.

Em paralelo, o jogador está a estudar Engenharia Informática, como contou ao canal da Federação Portuguesa de Futebol. “Entrei na Faculdade sem recorrer ao estatuto de atleta de alta competição e estou no ensino noturno. Tenho treinos de manhã, descanso à tarde e à noite tenho aulas. Sempre me ensinaram que é muito bom conciliar o futebol com os estudos. Não é uma vida fácil, mas aguenta-se!”, referiu na entrevista.

Na presente temporada, Bruno Costa somava 22 jogos (e dois golos) na Segunda Liga, além de três partidas na Premier League International Cup, onde foi decisivo na recente vitória nos quartos em… Liverpool. Foi também aí que cumpriu o sonho de jogar na primeira equipa do FC Porto e logo num jogo da Champions.

A equipa esteve bem, fizemos um bom jogo e o resultado é justo. As duas equipas fizeram uma excelente exibição, estamos contentes por isso mas agora há que pensar já no próximo jogo. Estreia? É um sonho tornado realidade. Estou no FC Porto há oito anos e todos sabem que era um sonho poder cá estar e ajudar. Com o Besiktas já tinha estado na bancada, agora estou aqui e consegui a estreia”, comentou no final do jogo em Inglaterra.

“A estreia do Bruno Costa é uma maravilha porque era o jogador com menos responsabilidades em campo. É um jovem com qualidade, que tem feito um Campeonato fantástico na equipa B. Vocês não têm oportunidade de ver, porque os treinos são fechados, mas está connosco nos treinos e está completamente consciente do trabalho que tem de fazer. Estava completamente tranquilo com isso”, salientou Sérgio Conceição.

Com mais esta estreia, são já seis os jogadores que saltaram da equipa B para a formação principal dos azuis e brancos na presente temporada, depois de Galeno, Luizão, Jorge Fernandes, André Pereira e Diogo Dalot.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: broseiro@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)