Gabriel García Márquez celebrava esta terça-feira 91 anos. Em homenagem ao escritor colombiano, o Google dedica-lhe um doodle colorido onde se pode observar o seu retrato e a cidade mágica de Macondo, que ganhou vida no clássico Cem Anos de Solidão. A ilustração foi feita por Matthew Cruickshank.

O jornalista e Prémio Nobel da Literatura (1982), também conhecido por Gabo, nasceu em Aracataca, Colômbia, em 1927, e é considerado um dos mais conceituados autores do século XX. A obra Cem Anos de Solidão, que se tornou no seu maior sucesso, tendo sido traduzida em mais de 35 línguas, foi inspirada na casa e na cidade onde o escritor cresceu com os avós.

[Veja no vídeo cinco histórias que talvez desconheça sobre a obra-prima “Cem anos de solidão”]

[jwplatform oKqdyR6r]

Nos seus livros, transporta o leitor para um mundo de realismo mágico onde cada um mergulha na solidão ou é lentamente consumido pela paixão. García Márquez foi também um ativista político, pelo que permitiu a publicação de obras não-ficcionais que retratam os tempos em que viveu — Notícia de um Sequestro está entre os mais conhecidos.

O rascunho da ilustração final de Matthew Cruickshank, em homenagem ao escritor Gabriel García Márquez.

Estudou Direito e Ciências Políticas na Universidade Nacional da Colômbia, em Bogotá, mas abandonou os estudos e dedicou-se ao jornalismo em 1948, no jornal El Universal. Trabalhou ainda como repórter para o jornal El Heraldo e passou pelo El Espectador. Depois foi correspondente na Europa, em Nova Iorque e mudou-se por fim para o México.

Gabriel García Márquez morreu em 2014, aos 87 anos, na sua casa no México. “Por tudo isto e muito mais, celebramos o 91.º aniversário de um ícone cultural cuja estrela continua a brilhar sobre os mundos literário e jornalístico da América Latina e dos outros”, escreve o Google.

Inaugurado centro virtual dedicado ao legado do escritor Gabriel García Márquez