O Sporting pediu uma audiência com António Costa, a reunião foi aceite — resta agora agendar uma data. Ao contrário da informação avançada esta terça-feira pelo Jornal Económico, o gabinete do primeiro-ministro confirma o comunicado do Conselho Diretivo leonino, onde é anunciada a reunião com António Costa.

Esta segunda-feira, numa nota que anunciava a retirada de benefícios à claque Juve Leo e várias medidas a tomar face às agressões em Alcochete, o Conselho Diretivo leonino garantia que tinha sido pedida uma audiência urgente ao primeiro-ministro – que, aliás, já tinha sido aceite, faltando apenas agendar a data.

Sporting retira benefícios à Juve Leo e pede audiência com António Costa

Na alínea c. do ponto 3. do comunicado podia ler-se: “Audiência urgente com o Primeiro-Ministro – que já foi aceite faltando agendar a data – para discutir todos os assuntos relacionados com o combate à violência no desporto, bem como as propostas que têm vindo a ser apresentadas ao longo do tempo pelo Sporting CP sobre esta matéria”.

Na mesma nota, a direção verde e branca indicava ainda “a total disponibilidade ao Secretário de Estado do Desporto por parte do Sporting CP”, garantindo que está já tinha também sido aceite.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O primeiro-ministro marcou presença na final da Taça de Portugal, no passado domingo, assim como o Presidente da República. Ao longo da semana, António Costa teceu vários comentários sobre a situação no Sporting, principalmente os atos de violência em Alcochete, tendo chegado a defender que estes não são culpa de “um grupo individualizado de adeptos mas sim fruto de um ambiente criado ao longo do ano”.