Donald Trump

Donald Trump diz que processo legal contra a sua Fundação “é ridículo”

A Procuradoria-Geral do Estado norte-americano de Nova Iorque acusou Donald Trump de desvio de fundos da sua fundação para fins pessoais, lançando uma ação para a sua dissolução.

HOW HWEE YOUNG/EPA

A Procuradoria-Geral do estado norte-americano de Nova Iorque acusou esta quinta-feira Donald Trump de desvio de fundos da sua fundação para fins pessoais, entre várias outras ilegalidades, e lançou uma ação judicial para obter a dissolução da instituição.

“Como demonstra o inquérito, a Fundação Trump já não era mais que um livro de cheques para pagar as despesas de Trump e das suas empresas através de organizações sem fins lucrativos”, afirmou a procuradora-geral, Barbara Underwood, em comunicado.

Underwood precisou que a fundação se envolveu numa “profunda cooperação política ilegal” na campanha para as presidenciais de 2016, com “auto-negócios repetidos e deliberados” para beneficiar os seus interesses pessoais e empresariais, violando “obrigações legais de base” da organização sem fins lucrativos.

A Procuradoria vai processar o Presidente, os seus dois filhos Eric e Donald e a Fundação “por violações persistentes e prolongadas das leis estaduais e federais”.

Processo legal “é ridículo”

O Presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou que o processo judicial lançado contra a Fundação Trump pelas autoridades de Nova Iorque “é ridículo”. “Os sórdidos Democratas de Nova Iorque […] fazem tudo o que podem para me processar por uma fundação que […] deu a organizações de solidariedade mais do que recebeu”, escreveu Trump no Twitter. “Não vou fazer um acordo neste processo”, acrescentou.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)