O novo presidente cooptado da SAD do Sporting, Sousa Cintra, pondera afastar Sinisa Mihajlovic, treinador contratado na semana passada pelo líder destituído da sociedade verde e branca, Bruno de Carvalho. A notícia foi avançado pelo DN e confirmada ao Observador, a quem explicaram que só será tomada uma decisão definitiva depois de se perceber o vínculo contratual que existe com o sérvio. Quanto a Augusto Inácio, o diretor do futebol também contratado pelo antigo número 1 do clube vai manter-se e poderá passar para o banco de suplentes, segundo o Diário de Notícias.

A saída de Mihajlovic do Sporting poderá ocorrer por uma de duas vias. De acordo com o DN, ou a estrutura leonina alega que o treinador ainda está dentro do período experimental (num caso que não seria virgem no futebol português e que aconteceu com o italiano Del Neri no FC Porto, por exemplo) ou tenta provar que o treinador assinou o contrato com o Sporting  de má-fé, por saber, já nessa altura, que Bruno de Carvalho já estava suspenso de funções (neste caso, do clube e não da SAD) e que dali a cinco dias se iria realizar uma assembleia geral em que seria votada a sua destituição.

O diretor do futebol também contratado por Bruno de Carvalho mas aqui o caso ganha outros contornos: os novos responsáveis do destino dos leões consideram que Augusto Inácio pode ser uma mais valia para o clube, até por conhecer bem a casa e ter estado envolvido nas contratações do Sporting no presente Verão, mas terão de perceber também a disponibilidade para assumir o trabalho, como dirigente ou mesmo, de forma interina, como treinador (recorde-se que é um dos quatro elementos que conseguiu ser campeão como jogador e técnico em Alvalade, a par de Fernando Mendes, Juca e Mário Lino). Ainda assim, tudo dependerá de um encontro nos próximos dias com Inácio.