O candidato Imran Khan, do partido Pakistan Tehreek-i-Insaf (PTI), e ex-jogador de críquete, que estava a liderar a contagem não-oficial e parcial de votos, declarou a vitória nas eleições e prometeu uma “nova” maneira de dirigir Paquistão como primeiro-ministro.

O PTI encontra-se a celebrar a vitória nas ruas do Paquistão desde quarta-feira, quando meios de comunicação lhe atribuía a vantagem e a Comissão Eleitoral do Paquistão apresentava atrasos na contagem de votos, devidas a problemas técnicos no novo sistema de contagem. O adversário Shahbaz Sharif, da Liga Muçulmana do Paquistão (PML-N), falou, em contrapartida, em manipulação de votos.

O escrutínio realizou-se na quarta-feira no Paquistão, após uma tensa campanha eleitoral marcada por denúncias de fraude para favorecer o PTI pelos “poderes estabelecidos”, numa referência às poderosas forças armadas paquistanesas, que negaram qualquer interferência no processo eleitoral. Pela segunda vez na história do país, as eleições realizam-se naturalmente depois de o governo civil completar o mandato de cinco anos.

Quem é o antigo jogador de críquete que promete um “novo Paquistão”?

Imran Khan teve uma carreira no críquete internacional, durante a década de 1970 e 1980. Nesse período, desenvolveu uma reputação de playboy nas casas noturnas Londres, onde viveu enquanto estudava na Universidade de Oxford. Khan sempre negou que tenha bebido álcool ou tenha estado envolvido em atividades que possam ser consideradas inapropriadas para um muçulmano conservador paquistanês.

Em 1995, aos 43 anos, casou com a socialite britânica ,de 21 anos, Jemima Goldsmith — filha de um dos homens mais ricos do mundo na época, James Goldsmith. Viriam a divorciar-se em 2014. Desde então, mantém uma relação amigável. Do casamento, resultou dois filhos.

Khan voltou a casar-se em 2015, com a jornalista Reham Khan, e a divorciar-se menos de um ano depois. À terceira, foi de vez. Pelo menos, por enquanto. Khan casou-se novamente este ano, numa cerimónia discreta em Lahore. A sua terceira esposa, Bushra Watto, mãe de cinco filhos, é descrita como a sua conselheira espiritual.