A habitual fotografia de família foi este ano tirada num sítio diferente e com uma ausência relevante. O rei Felipe VI e a rainha Letizia decidiram este verão não passar férias no Palácio de Marivent mas sim no Palácio de Almudaina, também em Palma de Maiorca. Na fotografia oficial da família real faltou o rei emérito Juan Carlos: que, de acordo com o filho e a casa real, não está em Maiorca por razões de saúde.

“O meu pai está chateado, tinha muita vontade de vir”, disse o monarca espanhol para justificar a ausência de Juan Carlos na habituais férias de verão em família. O El País conta que antes ainda de Felipe aterrar com a mulher e as duas filhas em Maiorca, a casa real havia anunciado que o rei emérito não estaria presente nas férias de verão da família por questões de saúde: tem uma lesão no pulso e foi aconselhado pelos médicos a não realizar atividades físicas intensas.

Juan Carlos estará assim ausente da Taça do Rei de Vela, depois de ter anunciado que iria competir ao lado de Felipe VI, algo que não acontece desde 2009. No mesmo comunicado da casa real espanhola é ainda indicado que o rei emérito não vai viajar até Bogotá, na Colômbia, onde seria esperado para a tomada de posse do novo presidente Iván Duque.

A verdade é que, lesões e questões de saúde à parte, Juan Carlos está a atravessar mais um período complicado e de grande polémica. Na passada semana surgiram publicamente gravações feitas a Corinna zu Sayn-Wittgenstein, amiga íntima do rei emérito, onde esta acusava Juan Carlos de manter contas offshore na Suíça e a utilizar como testa de ferro.

De acordo com a imprensa espanhola, o rei Felipe VI não quer a casa real afetada pelo escândalo do pai. Vai participar na regata apesar da ausência do pai mas, desta forma, já não será fotografado com o rei emérito durante as férias, correspondendo ao que, de acordo com vários meios, será aliás o seu desejo.

Juan Carlos, contudo, não terá reagido da melhor forma à intenção do filho. Segundo o jornal El Español terá mesmo dito: “Se Felipe não quer ser visto comigo, então que não venha”.

De recordar que desde que abdicou do trono em favor do filho, em 2014, Juan Carlos só surgiu em Maiorca com a restante família real numa ocasião: na Semana Santa deste ano, onde assistiu à missa de Domingo de Páscoa com o casal real, as duas infantas e a rainha emérita Sofía. Na altura, a polémica não foi Juan Carlos mas sim Sofía e Letizia, já que a rainha se colocou à frente de um fotógrafo que tentava tirar uma fotografia à rainha emérita e as duas netas, Leonor e Sofía.

Já a rainha emérita Sofía está desde a semana passada em Palma de Maiorca com a filha mais velha, a infanta Elena, e dois dos netos, Felipe Juan Froilán e Victoria Federica.