763kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Cheias em França. 1.600 campistas já foram retirados de cinco parques

Este artigo tem mais de 5 anos

As cheias no sul da França obrigaram à evacuação de cinco parques de campismo. 750 pessoas foram retiradas de helicóptero e um cidadão alemão de 70 anos está desaparecido.

7 fotos

Uma pessoa está desaparecida e 1.600 pessoas, incluindo crianças e turistas, foram retirados de helicóptero de cinco parques de campismo, devido às chuvas torrenciais que provocaram cheias na região de Gard, no sul de França, avançou a Associated Press.

Os parques foram evacuados por centenas de bombeiros devido ao aumento do caudal dos rios. O campista que está desaparecido é um cidadão alemão de 70 anos, que terá sido levado pelas águas enquanto tentava fugir na sua carrinha. As autoridades continuam à sua procura.

Segundo o governo de Gard, quatro crianças alemãs foram hospitalizadas em hipotermia, na cidade de Bagnols-sur-Ceze, junto ao rio Ceze. Mais sete pessoas ficaram feridas sem gravidade.

O Presidente da Câmara de Bagnols, Jean-Yves Chapelet, disse a um órgão de comunicação local que muitos turistas holandeses estavam entre os campistas resgatados na cidade. Já na região perto de Saint-Julien-de-Peyrolas, 119 crianças foram enviadas para um abrigo de emergência.

Mais de 400 bombeiros e polícias, muitos enviados de outras regiões, ajudaram nas evacuações, recorrendo a helicópteros para localizar os acampamentos e ocasionalmente nos resgates. Várias estradas na região permaneciam cortadas ao início da noite. As autoridades adiantaram que a água levaria algum tempo a recuar, apelando às pessoas para que se mantivessem vigilantes.

Um utilizador do Twitter filmou o centro da região de Aubagne, no sul de França, completamente inundada.

Outro utilizador registou violenta queda de granizo em Aubagne ao princípio do dia.

(em atualização)

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Vote no jornalismo independente.

Assine o Observador com 45% de desconto.

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver oferta

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.