Crédito

Novos créditos ao consumo automóvel e pessoal sobem 20% e atingem 547 milhões

De acordo com os dados sobre a evolução dos novos créditos aos consumidores, o montante dos novos créditos ao consumo pessoal cresceu 20,9% para 267 milhões de euros.

Inácio Rosa/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

Os novos créditos ao consumo automóvel e pessoal cresceram cerca de 20% em junho em termos homólogos e atingiram, em conjunto, 547 milhões de euros, segundo divulgou esta quinta-feira o Banco de Portugal (BdP).

De acordo com os dados sobre a evolução dos novos créditos aos consumidores, o montante dos novos créditos ao consumo pessoal cresceu 20,9% para 267 milhões de euros e o valor dos novos empréstimos para compra de automóvel subiu 20,3% para 280 milhões de euros.

Também o número de novos créditos ao consumo aumentou na mesma ordem: os empréstimos pessoais dispararam 19,5%, totalizando 38.719, e os para consumo pessoal subiram 18,4% para 19.694.

Por outro lado, tanto os novos empréstimos através de cartões e descoberto, como os montantes utilizados nesta modalidade desceram: 4,3% para 66.624 e 3,3% para 83 milhões de euros, respetivamente.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Partidos e Movimentos

Seja bem-vinda, "Iniciativa Liberal"

Mário Pinto

Saudamos o Manifesto da Iniciativa Liberal, mesmo não partilhando muitas das suas propostas. Saudamos em especial a defesa do princípio da subsidiariedade, base para a "democratização da democracia".

Poupança

O capital liberta

André Abrantes Amaral

É do ataque constante ao capital que advêm as empresas descapitalizadas, as famílias endividadas e um Estado sujeito a três resgates internacionais.

Governo

Cogitações sobre a remodelação /premium

Maria João Marques

Costa promoveu pessoas com pouquíssima experiência profissional fora da vida política. É dos piores indicadores para qualquer político. Viver sempre na bolha dos partidos é péssimo cartão de visita.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)