No mesmo dia, três figuras da órbita de Donald Trump caíram perante a justiça. Horas depois de Paul Manafort, diretor de campanha do atual presidente dos Estados Unidos, ser condenado por crimes de fraude e de Michael Cohen, ex-advogado de Trump, ser considerado culpado de fraude fiscal e bancária, também o congressista republicano Duncan Hunter — um dos primeiros a apoiar Trump em 2016 — foi acusado de corrupção.

O congressista da Califórnia foi acusado, em conjunto com a mulher, de usar 250 mil dólares de fundos de campanha para fins pessoais. De acordo com a acusação, Hunter e a mulher gastaram dinheiro angariado para a campanha em consultas no dentista, refeições, viagens para jogar golfe e férias para os dois e outros 12 membros da família. O The Guardian conta que os crimes ocorreram entre 2009 e 2016 e o casal tentou encobrir o desvio de fundos ao falsificar os registos financeiros da campanha, introduzindo as próprias despesas como despesas da campanha.

Em comunicado, a defesa de Duncan Hunter alega que as acusações são “politicamente motivadas”. Em reação à acusação, o presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos retirou todas as responsabilidades ao congressista. “As acusações contra Duncan Hunter são profundamente sérias. O Comité de Ética deferiu a sua investigação a pedido do Departamento de Justiça. Agora que foi acusado, Duncan Hunter vai ser desprovido de todas as responsabilidades no comité até à resolução do assunto”, anunciou Paul Ryan.

O congressista republicano discute a reeleição já no próximo mês de novembro. Nancy Pelosi, líder dos Democratas no Congresso, sublinhou a proximidade de Duncan Hunter e Donald Trump. “Mais uma vez, um dos primeiros apoiantes do presidente Trump no Congresso quebrou a confiança do público e abusou da sua posição para enriquecimento pessoal e da própria família”, disse Pelosi, em alusão a Chris Collins, outro congressista que apoiou Donald Trump desde a primeira hora e foi acusado em julho de uso indevido de informação privilegiada de uma empresa para obter vantagens no mercado.