Lifestyle

Não há casa como a nossa

Mais do que um espaço físico, a casa é o local onde mantemos as relações mais importantes. O novo catálogo IKEA traz as novas tendências que vão marcar a sua casa.

Pode não ser grande. E pode não estar na melhor zona da cidade. Mas é a nossa casa. O sítio onde nos despimos de máscaras, de orgulhos e preconceitos. Onde nos sentimos bem, com o espaço cheio ou vazio, ao som de risos ou em silêncio. O sítio onde nos conectamos ao Wi-Fi e ao mundo automaticamente. Onde apetece sempre voltar e demorar. Onde cada peça tem significado e cada objeto conta uma história. Uma casa quer-se um espaço de tranquilidade, mas também de partilha. E o novo catálogo da IKEA está recheado de ideias que inspiram a renovar a sua casa. Sofás e cadeirões com tons suaves, madeiras claras e têxteis macios tornarão a sua o seu local de eleição para descontrair, sozinho, em família ou entre amigos.

Tal como na vida, tudo se transforma. Ou porque a família cresceu. Ou porque passamos a trabalhar em casa. Ou simplesmente porque há outras vontades e necessidades. Transformar o quarto dos mais pequenos (quando eles crescem) num espaço que convida ao estudo, mas também à brincadeira, é agora mais simples com o novo catálogo da IKEA. Com uma cama, uma cadeira que é também um esconderijo, uma secretária e um móvel com cestos para arrumar os brinquedos, facilmente conseguirá criar no quarto dos seus filhos um ambiente confortável, personalizado e divertido.

Transformar sem que nada se perca é um dos segredos para que o nosso ‘ninho’ seja ainda mais à imagem de toda a família.

A sala. O espaço de todas as nossas relações.

É a parte da casa onde nunca estamos de passagem, logo, onde acabamos por passar mais tempo. Por isso, é importante que ela esteja devidamente decorada, com os tons adequados à estação. Para receber o outono, aposte em cores mais suaves, personalizando a decoração consoante os seus gostos e necessidades.

Um sofá mais confortável e espaçoso, onde gostamos de receber amigos, uma mesa de refeições maior e mais leve, um tapete onde apetece sentar, a manta para os dias mais frescos que não tardam em chegar, e as almofadas que se moldam a todas as necessidades. E se o espaço parece ser demasiado pequeno para tudo o que gostava de lá colocar, dê à sala outra amplitude com a colocação de espelhos, que criam a ilusão de maior profundidade.

Lembre-se que a iluminação é determinante para o ambiente que quer criar. Se gosta de um ambiente acolhedor, esqueça as luzes brancas e frias. Quando o dia dá lugar à noite e apetece sentar e mergulhar na história de um bom livro, os candeeiros de leitura, colocados por cima dos sofás,  resolvem o problema, iluminando apenas o que é preciso e mantendo um ambiente descontraído no resto da sala.

Com as propostas do novo catálogo da IKEA, conseguirá transformar a sua sala num espaço cheio de formas, cores e estilos que se fundem num universo à sua semelhança. Não importa o tamanho. Importa o que o faz sentir.

O quarto. Onde ganhamos vida.

Quarto confortável, sono tranquilo. A importância do sono para uma vida mais sã não é uma novidade. Mas por vezes não damos a devida atenção ao quarto lhe nos acolhe todas as noites, onde sonhamos e repomos as energias gastas. O segredo para uma noite retemperadora começa pela escolha de tons que induzem o sono e de materiais orgânicos que respeitam a nossa pele e a natureza. Tecidos suaves e cores delicadas tornam o quarto num refúgio mais aconchegante. Experimente misturar e combinar têxteis de diversas cores e padrões até encontrar o seu estilo.

Clique na fotografia e tire ideias da IKEA para a decoração da sua casa:

O que importa é que se sinta aconchegado quando chega a hora de descansar. E que, quando pensa no seu quarto, a qualquer hora, sinta aquele apelo do conforto.  A questão da iluminação ficará facilmente resolvida com este pequeno candeeiro que está lá, discreto, mas tão útil como eficaz.

Quanto mais tranquilas forem as noites, mais felizes e proveitosos serão os seus dias.

A cozinha. O espaço que desperta os sentidos.

Está na hora de dar vida a uma divisão da casa que há muito deixou de ser apenas utilitária.

Uma cozinha organizada, com vários potes de vidro e outros acessórios, estimula a criatividade. Quantos mais utensílios, condimentos e ingredientes tiver à vista e à mão, mais fácil será conseguir inspiração para descobrir novas receitas. Esqueça as embalagens na despensa. Estes frascos, com tampas que permitem manter a frescura, o aroma e o sabor dos ingredientes, convidam a criar sabores que surpreendem.

E porque esta é uma divisão que cada vez mais assume um lugar de protagonismo dentro de uma casa, se tiver espaço, não abdique de ter uma mesa ampla e várias cadeiras. Tornará a sua cozinha num espaço de convívio que convida à partilha.

Dias com mais cor.

O fim do verão marca o início do protagonismo das cores pastel. A serenidade proporcionada pelos verdes, azuis e rosas suaves convidam a passar menos tempo na rua e mais em casa. Mas a tranquilidade conseguida por tons afáveis para a alma não significa monotonia, graças ao contraste conseguido por padrões gráficos, com um toque artesanal, perfeitamente imperfeitos.

Guardar as memórias.

Guardamos ao longo da vida centenas, ou milhares, de objetos. Muitos deles, não pela sua utilidade, mas porque contam histórias e guardam memórias. A melhor forma de conservar essas memórias e manter as ideias organizadas passa pela arrumação. Organize a sua vida com a ajuda de cestos, caixas e caixinhas, fechadas ou abertas, que proporcionam uma arrumação que se funde com a decoração.

Arrumar rima com criar. Criar mais espaço para a família e os amigos.

#aNossaCasa

Saiba mais em https://observador.pt/seccao/observador-lab/ikea-inspira/

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Conteúdo produzido pelo Observador Lab. Para saber mais, clique aqui.
Partilhe
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: obslab@observador.pt
PAN

A culpa como arma final /premium

André Abrantes Amaral

Antes o pecador ia para o Inferno; agora destrói a Terra. A Igreja falava em nome de Deus; o PAN fala em nome do planeta. Onde foi buscar tal ideia é o que a democracia tem tido dificuldade em perguntar

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)