A Suíça aprovou esta quarta-feira uma lei que penaliza em três anos de cadeia quem tiver algum comportamento homofóbico ou transfóbico, avança o jornal Sol que cita a revista Dazed.

Foram 118 os deputados que votaram a favor, enquanto outros 60 votaram conta e cinco abstiveram-se. A aprovação desta lei na Suíça está a ser vista como um triunfo pela comunidade LGBTQ.

Esta decisão surge depois de a a Índia e a Trinidad e Tobago terem aprovado leis que garantem os direitos à comunidade LGBTQ.

Um dos membros do Partido Social Democrata do país, Mathias Reynard – que liderou a campanha para alterar a lei -, mostrou-se bastante satisfeito com o resultado da votação final: “A homofobia não é uma opinião, é um crime. A vitória manda uma mensagem forte”, afirmou.