O rasto de destruição deixado pelo furacão Michael nas últimas horas estende-se ao longo de 320 quilómetros. A tempestade, a mais poderosa a entrar nos Estados Unidos continentais nos últimos 25 anos, deixou 311 mil edifícios sem energia, matou duas pessoas nos Estados Unidos e antes já tinha vitimado outras 13 na América Central. Agora que baixou para a categoria 1, a mais perigosa, o furacão Michael continua ameaçador e está neste momento a fustigar o estado norte-americano de Georgia.

As imagens captadas no rescaldo da passagem do furacão mostram árvores arrancadas pela raíz por causa dos ventos ciclónicos, carros levados pela força da água, a costa este norte-americana inundada pelo Atlântico e supermercados completamente destruídos. As previsões do governador da Flórida foram mesmo certeiras: Michael foi o terceiro furacão mais forte de sempre a alguma vez entrar em terra no país.

Veja as imagens na fotogaleria.

[Veja no vídeo o furacão Michael é visto do espaço]