O Banco Mundial vai desembolsar 100 milhões de dólares (86,45 milhões de euros) para implementação do Programa Nacional de Desenvolvimento Urbano e Local em Moçambique, anunciou fonte governamental.

O financiamento vai beneficiar 64 distritos das províncias de Gaza, Sofala, Zambézia e Niassa entre 2019 e 2024, referiu fonte do Ministério da Administração Estatal e Função Pública, na terça-feira, citada pela Rádio Moçambique.

O programa visa fortalecer sistemas de governação e capacidade institucional a nível local, em zonas selecionadas de acordo com o índice de pobreza. “É um financiamento para a melhoria de serviços, dos municípios e dos governos distritais”, referiu Tomás Banze, dirigente daquele ministério.

O Banco Mundial tem apoiado diversos projetos em Moçambique, o último dos quais, anunciado em setembro, consiste num empréstimo de 45 milhões de dólares para apoiar a segunda fase do Projeto de Desenvolvimento das Áreas de Conservação e biodiversidade em Moçambique, conhecido como Mozbio.

O ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, disse no fim-de-semana, em entrevista à Lusa, que o país precisa de instituições como o Banco Mundial para apoiar reformas estruturais.