Janeiro é sinónimo de balanços e mudanças. Para trás fica o ano “velho” e fazem-se contas. E entre operações complexas, lembram-se momentos e, desses, guardam-se aqueles que mais nos marcaram. E as fotografias são os veículos que mais nos aproximam e fazem recordar esse passado recente que se quer eternizado. Mas, ao contrário do que acontecia há algumas décadas, hoje a fotografia na sua versão digital veio ofuscar a paixão inerente à fotografia em papel. A “culpa” é, em parte, da banalização do próprio ato de fotografar, algo que pode estar à distância de um simples clique no telemóvel ou tablet, e cujo resultado pode cair rapidamente no esquecimento depois de uma excessiva exposição e partilha, por exemplo, via redes sociais. Mas está nas nossas mãos voltar a acender a paixão da e pela fotografia.

2019, o ano das memórias impressas

Mostrar Esconder

Com recurso a tinteiros HP originais vai conseguir registar, guardar e oferecer os momentos mais emotivos e marcantes de um ano que ser quer memorável. Assim, e para o conseguir de forma mais criativa, a HP deixa-lhe três sugestões:

  1. Faça um diário fotográfico das viagens que fará em 2019 para, no final do ano, oferecer como presente de Natal a todos os que participaram nessas aventuras;
  2. Registe as festas de anos dos seus filhos e outros eventos marcantes, organizando tudo por temas, e imprima esses momentos, para, no final do ano, revivê-los em conjunto;
  3. Crie um blogue em versão print, e, semanalmente, imprima o registo dos melhores momentos e cole-os num caderno. Vai ver que no final do ano terá um incrível “Best of 2019″. 

Objetivo: álbum de família

O ritual era uma constante. Fosse de férias, num aniversário ou naquele passeio tão ansiado, a máquina fotográfica era um objeto imprescindível e obedecia a alguns cuidados e logística especial. Mas, depois de rolos comprados, de preferência com uma capacidade para 36 fotografias – os mais ambiciosos no formato 135 milímetros, contra as apenas 24 do formato 126 milímetros –, e o flash com pilhas novas, iniciava-se uma (longa) aventura que terminava no fotógrafo. E, até ter as fotografias em papel na mão, de preferência não “tremidas” e com a luz certa, já se pensava na construção de mais um álbum de família, uma prova íntima dos momentos passados, protegidos por películas de plástico e sublinhados por anotações a esferográfica para não atraiçoar as memórias.

Rapidez e eficiência

Graças às técnicas de impressão fotográfica da HP, para trás fica a espera de ter na mão o resultado palpável das nossas memórias, dessas fatias da nossa vivência. Para isso, a HP desenvolveu o serviço HP Instant Ink , o seu assistente pessoal de tinteiros, um inovador serviço de subscrição mensal, no qual a impressora possui um sistema que comunica automaticamente com a HP e informa que os tinteiros estão a acabar, o que faz com que a HP lhe envie nova remessa para casa, ainda antes dos seus tinteiros ficarem vazios pois a tinta não é infinita. Assim, evita o incomodo e a preocupação de procurar novos tinteiros.

Qualidade a preços mais acessíveis e a pensar no ambiente

Ao contrário dos tinteiros reenchidos que podem comprometer a qualidade das fotografias, os tinteiros originais HP possibilitam uma impressão mais rigorosa que garante fotografias limpas e nítidas sem as habituais falhas e erros dos tinteiros reciclados. E como a HP comercializa também tinteiros com tamanhos e capacidades superiores (XL), a sua utilização permite associar uma assinalável poupança dos custos gerais à referida qualidade e quantidade das impressões. Além disso, todos os tinteiros HP são reciclados ao abrigo do programa HP Planet Partners, uma filosofiaque permite reduzir a pegada ecológica evitando assim o desperdício de recursos.

Para conhecer todos as vantagens associadas, visite o site da HP.