Rádio Observador

Ministério Dos Negócios Estrangeiros

Ministério dos Negócios Estrangeiros “desaconselha vivamente” viagens a Caxemira

O Ministério dos Negócios Estrangeiros português alertou para os incidentes recentes na região de Caxemira e desaconselha viagens "não essenciais" pedindo, deste modo, "cautela extrema".

Os dois países disputam a região de Caxemira desde a separação do subcontinente que se seguiu ao fim da colonização britânica, em 1947

José Goulao/LUSA

O Ministério dos Negócios Estrangeiros português “desaconselha vivamente” deslocações não-essenciais a Caxemira, na sequência da recente escalada do conflito entre a Índia e o Paquistão naquela região.

Considerando os incidentes recentes no estado indiano de Caxemira, entre forças militares indianas e paquistanesas, bem como a atuação por todo o território de grupos terroristas, desaconselha-se vivamente qualquer deslocação não essencial ao estado indiano de Jammu e Cachemira”, lê-se numa nota publicada hoje no portal diplomático.

https://observador.pt/2019/02/27/paquistao-afirma-ter-abatido-dois-avioes-da-forca-aerea-indiana/

A nota reforça alertas anteriores do MNE em relação à região disputada pelos dois países, nomeadamente pedindo “cautela extrema” em anteriores episódios de “agitação social, religiosa e política“.

A tensão na região aumentou nos últimos dias depois de as Forças Armadas indianas terem anunciado na terça-feira um ataque aéreo contra um campo de treino do grupo islâmico Jaish-e-Mohammed (JeM), que tinha reivindicado um atentado que matou 40 militares indianos a 14 de fevereiro.

O Paquistão reagiu denunciando uma “agressão inoportuna” e prometeu responder “na hora e local” que escolhesse. Esta quarta-feira, Islamabad anunciou ter abatido dois aviões indianos no espaço aéreo do Paquistão e detido dois pilotos indianos, um dos quais terá sido hospitalizado. A Índia, por seu turno, anunciou também esta quarta-feira que derrubou um avião paquistanês durante um confronto aéreo com forças do Paquistão.

Os dois países disputam a região de Caxemira desde a separação do subcontinente que se seguiu ao fim da colonização britânica, em 1947.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Política

Portugal: um país anestesiado

José Pinto

A um país anestesiado basta acenar com o Simplex, versão revisitada. Ninguém vai questionar. A anestesia é de efeito prolongado. O problema é se o país entra em coma.

Política

Bem-vindo Donald Trump, António Costa merece!

Gabriel Mithá Ribeiro

A direita em Portugal, e o PSD muito em particular, nunca foram capazes de afirmar um discurso sociológico autónomo. CDS-PP e PSD insistem em nem sequer o tentar, mesmo quando se aproximam eleições.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)