Rádio Observador

Música

Compositor grego Mikis Theodorakis hospitalizado há uma semana em Atenas

Mikis Theodorakis, um dos mais célebres compositores gregos, foi hospitalizado após um problema cardíaco e está agora sob tratamento médico. A sua hospitalização foi divulgada esta quinta-feira.

O compositor foi hospitalizado nos últimos anos por diversas vezes devido a problemas cardíacos, a última vez em agosto por três dias

ORESTIS PANAGIOTOU/EPA

Autor
  • Agência Lusa

Mikis Theodorakis, um dos mais célebres compositores gregos, designadamente o autor da música original do filme “Zorba, o Grego”, está hospitalizado há uma semana em Atenas após um problema cardíaco, referiu esta quinta-feira fonte hospitalar.

“O compositor foi hospitalizado em 26 de fevereiro após um incidente respiratório e cardíaco derivado do agravamento de uma fibrilhação auricular. Está sob tratamento médico”, anunciou em breve comunicado a clínica privada Iatriko Kentro”, situada nos arredores de Atenas.

Não foi fornecido qualquer detalhe sobre a duração da hospitalização do compositor de 93 anos. A sua hospitalização foi esta quinta-feira divulgada pelos meios de comunicação locais, ao referirem que foi transferido para o hospital “na quarta-feira da semana passada e no maior segredo”, e que “a sua saúde está sob controlo”. O compositor foi hospitalizado nos últimos anos por diversas vezes devido a problemas cardíacos, a última vez em agosto por três dias.

Mikis Theodorakis, conhecido a nível mundial por ter composto a música do filme “Zorba, o Grego” (1964), é um compositor prolífico que produziu sinfonias e oratórios, mas também renovou a música popular do seu país.

Além do seu reconhecimento como compositor, é considerado uma figura emblemática da vida política grega: foi resistente contra a ocupação nazi (1941-1945), militante comunista durante a guerra civil (1946-1949), e combatente contra a ditadura dos coronéis (1967-1974), num dos períodos mais negros da história contemporânea da Grécia.

Após o início da “crise da dívida” grega em 2010, insurgiu-se contra as políticas de austeridades impostas pelos credores internacionais, apelou a um “levantamento patriótico”, e durante uma gigantesca manifestação frente ao parlamento de Atenas em fevereiro de 2012, que degenerou em violentos confrontos com as forças policiais, foi atingido por gás lacrimogéneo. Tinha então 87 anos.

Recentemente, militou contra o acordo entre a Grécia e a Macedónia do Norte sobre o novo nome do país vizinho. Natural da ilha grega de Chios, no Mar Egeu, onde nasceu em 29 de julho de 1925, estudou música em Atenas e Paris.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)