O Benfica vai defrontar o Eintracht Frankfurt do português Gonçalo Paciência nos quartos da Liga Europa, com o primeiro encontro a realizar-se na Luz. Em caso de triunfo, os encarnados já conhecem também o possível adversário nas meias-finais da competição, que sairá do vencedor da eliminatória entre os checos do Slavia Praga e os ingleses do Chelsea.

O jogo da primeira mão vai disputar-se no dia 11, ficando a segunda partida para a semana seguinte. Os encarnados terão, à semelhança do FC Porto (que vai defrontar o Liverpool nos quartos da Champions), um início de abril com grande densidade competitiva: depois de defrontarem o Sporting na segunda mão da meia-final da Taça de Portugal em Alvalade no dia 3, o conjunto de Bruno Lage desloca-se a Santa Maria da Feira no dia 7 e recebem depois os germânicos. Antes e depois do encontro na Alemanha, o Benfica tem dois jogos em casa, com V. Setúbal e Marítimo.

No jogo grande desta fase, sorteado curiosamente por um antigo jogador do Benfica (Pierre van Hooijdonk, que ganhou a Taça UEFA pelo Feyenoord em 2002), o Nápoles de Mário Rui terá pela frente o Arsenal, com o primeiro encontro a disputar-se em Itália. Quem passar deste duelo de gigantes terá depois pela frente um adversário espanhol, que sairá do dérbi espanhol entre Villarreal, que eliminou o Sporting nos 16 avos de final da competição, e Valencia de Gonçalo Guedes.

De referir que, nas últimas duas ocasiões em que esteve na Liga Europa, o Benfica conseguiu chegar à final da prova, perdendo no jogo decisivo com o Chelsea (2013, em Amesterdão) e com o Sevilha (2014, em Turim). Daí para cá, os encarnados marcaram sempre presença na fase de grupos da Liga dos Campeões, seguindo depois em frente para os oitavos (2017), para os quartos (2016) ou ficando afastado das provas europeias (2015 e 2018).

“É mais um jogo difícil que temos nesta caminhada do sonho de uma competição europeia. Sabemos que o Eintracht Frankfurt está a fazer uma excelente Liga Europa, venceu o Grupo H, tem um ex-jogador nosso, o Jovic, que saiu jovem daqui e sabemos que vamos ter mais dificuldade pela frente. Não há adversários fáceis, vimos isso também no jogo anterior, perdendo fora de casa e ontem fazendo uma noite espetacular, com um excelente resultado, e agora temos mais um jogo difícil. Quando se trata da Europa, em todos os jogos temos de estar no máximo da concentração e bem preparados para conseguir o êxito”, comentou o antigo central Luisão, representante dos encarnados no sorteio, em declarações à BTV.