Um homem de 40 anos foi detido na tarde desta terça-feira por suspeitas de estar envolvido no tiroteio em Utrecht, na Holanda, na passada segunda-feira. O ataque que provocou a morte três pessoas e deixou cinco feridas, de acordo com informação avançada pela AP que cita fontes policiais.

É a quarta pessoa a ser detida na sequência deste ataque. Outros dois homens que tinham sido detidos na noite de segunda-feira foram já libertados, por se ter chegado à conclusão de que não estariam envolvidos. O principal suspeito, Gokmen Tanis, de 37 anos, continua sob detenção.

Gökmen Tanis foi encontrado horas depois de ter disparado contra várias pessoas, durante as rusgas em Oudenoord, uma zona histórica de Utrecht, a poucos quilómetros do local do tiroteio.