Rádio Observador

Primeira Liga NOS

Sérgio Conceição garante “foco total” do FC Porto no encontro com o Portimonense

O técnico dos dragões afirmou que "esta é uma época à FC Porto" e que a equipa já não pensa no jogo com o Liverpool. Aboubakar está clinicamente apto para jogar e Felipe falha a partida por castigo.

Os azuis e brancos visitam o Portimonense este sábado, às 18h

PETER POWELL/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, disse esta sexta-feira que a sua equipa está com o foco totalmente dirigido à partida de sábado no Algarve frente ao Portimonense, a contar para 29.ª jornada da I Liga de futebol.

“Não há gestão absolutamente nenhuma. Há o pensar que temos um jogo fundamental para a nossa caminhada e naquilo que definimos depois do jogo com o Liverpool, o foco total neste jogo com o Portimonense, que é o mais importante”, disse o técnico, na conferência de imprensa de antevisão da partida, realizada numa unidade hoteleira de Lagos. Na reta final do campeonato, prosseguiu, “os jogos têm o seu peso” e o FC Porto tem de estar preparado para ganhar os seus jogos e “depois esperar algum deslize do rival”.

O encontro com os algarvios surge entre a eliminatória dos quartos de final da Liga dos Campeões frente ao Liverpool, que arrancou na terça-feira em Inglaterra com um triunfo dos ingleses (2-0) e tem novo capítulo marcado para quarta-feira, no Estádio do Dragão.

“Nós não podemos preparar um jogo, querer ganhar esse jogo e estar focado nesse jogo a pensar noutro. Isso é impossível, impossível, por muito peso que possa ter ou muito importante que seja o jogo seguinte. Não sei o que vai acontecer amanhã [sábado] e se estiver a pensar em dois jogos de uma vez, com certeza que nenhum dos dois sairá bem”, realçou.

O treinador dos campeões nacionais assegurou que a sua equipa tem de “dar o máximo” jogo a jogo na luta pelo título, mas sublinhou que, independentemente das contas a fazer em maio, esta é “uma época à FC Porto”.

“Somos o FC Porto, somos uma equipa habituada a ganhar e esta é uma época à FC Porto. Nós tivemos uma final da Taça da Liga em que perdemos nos penáltis e não fomos tão competentes, estamos numa segunda final, a Taça de Portugal, estamos a disputar o acesso às meias-finais da Liga dos Campeões e estamos no primeiro lugar, com os mesmos pontos do Benfica. Esta é uma época à FC Porto, quer queiramos quer não. Mesmo que não ganhe o título? Obviamente que sim. Estamos na luta pelo campeonato, e depois no fim vamos ver se o ganhamos”, referiu Sérgio Conceição.

A comitiva do FC Porto viajou diretamente de Inglaterra para o Algarve, onde treinou esta sexta-feira já com o avançado camaronês Aboubakar dado como clinicamente apto, depois de uma ausência de quase sete meses devido a lesão. O central brasileiro Felipe, habitualmente titular no eixo defensivo, será ausência certa por castigo.

Sobre o adversário, Sérgio Conceição realçou a “qualidade individual” de um coletivo, que, “muitas vezes, principalmente no processo ofensivo, funciona bem”, mas que também demonstra “algumas fragilidades”.

O jogo entre Portimonense e FC Porto está marcado para sábado, às 18h, no Estádio Municipal de Portimão.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)