The Daily Show

Suicídio de convidado acaba com o “reality show” mais visto no Reino Unido

1.139

Homem de 63 anos foi ao programa líder de audiências The Jeremy Kyle Show provar à noiva que era fiel. Não passou no teste do polígrafo, foi humilhado pela plateia. Suicidou-se dias depois.

Autor
  • Vanessa Cruz

O convidado de um reality show no Reino Unido suicidou-se dias depois de ter participado no programa de televisão, onde foi humilhado em direto, num teste de polígrafo. A morte de Steve Dymond, de 63 anos, acabou por ditar o fim de The Jeremy Kyle Show, que era até aqui o reality mais visto, nas manhãs, no Reino Unido.

Dymond era operário de maquinaria pesada e foi à televisão para tentar provar à noiva, que estava na plateia, que era fiel. Foi submetido para o efeito a um detetor de mentiras e não correu como queria.

O programa tinha um público bem ensinado para ter boas audiências: um público que discute e inflama. O homem foi humilhado pela plateia, abandonando o estúdio em lágrimas. A plateia costuma, inclusive, vestir-se com roupas que são facilmente associadas a um estrato social mais baixo e com problemas como a dependência de álcool. Na sala de espera, há cerveja e vinho à disposição, para que os participantes exacerbem as suas misérias, segundo relata o “El País”. O público ajuda ao escândalo, é escolhido a dedo.

The Jeremy Kyle Show foi o mais popular da programação diurna do canal, com uma média de 1 milhão de espectatores, mas foi perdendo audiências ao longo dos tempos. Valeu tudo para as recuperar. Há vários anos que o programa é alvo de queixas pela dureza dos conteúdos. Desde 2011 foram pelo menos 500, mas a direção nada fez.

Grave quadro de depressão

A equipa garante que tentou contactar o convidado quando ele saiu dos  estúdios e que, apesar de ter sido diagnosticado a Dymond um grave quadro de depressão, o homem apresentou uma carta do médico a dar conta de que não havia problema em participar.

Foi encontrado morto a 9 de maio, uma semana depois. Ao The Sun, a ex-namorada contou que quando ela e a filha chegaram a casa, a seguir à gravação do programa, disse a Dymond para “pegar nas suas coisas e ir embora”. Disse também que nas horas seguintes ele lhe enviou mensagens como “só quero dizer-te o que sinto antes de ir embora, a minha vida não tem sentido sem ti”. A mulher assumiu que ele era um homem cheio de amor e generosidade.

Um dos membros do público contou à BBC que “ele estava a chorar desde o início”. “Estava tão convencido de que ia passar no teste, que ia correr tudo bem. O apresentador perguntou à audiência quem achava que ele ia passar e 99% da audiência pôs a mão no ar, incluindo eu própria. E ele [Jeremy Kyle] disse que [Dymond] falhou e vimo-lo a cair no chão, ele não conseguia acreditar no que estava a ouvir. Pediu à noiva que o perdoasse. Não aconteceu muito mais, ambos estavam a soluçar. Estavam completamente, totalmente devastados. Ficou claro que ele perdeu a vida inteira com a noiva ali à frente. Acho que a plateia compreendeu, a situação mudou e acho que todos se sentiram desconfortáveis. Ninguém queria ter estado ali”.

As autoridades que supervisionam os conteúdos televisivos abriram uma investigação e vão analisar em pormenor o programa gravado (que não chegou a ser emitido).

Governo e deputados pediram fim do programa

O governo britânico, bem como vários deputados conservadores e trabalhistas, reclamaram o fim do programa assim que souberam da tragédia. O porta-voz de Theresa May lembrou a “responsabilidade” que as televisões e as produtoras têm sobre “a saúde mental e o bem-estar dos participantes e a audiência dos seus programas”. “Deixámos claro que devem contar com um nível de apoio suficiente nos estúdios”, sublinhou ainda.

A ITV garante que o programa acabou mesmo, em definitivo, e compromete-se a não emitir o episódio em que a vítima participou.

“Dada a gravidade do sucedido, decidimos pôr fim à emissão do Jeremy Kyle Show. O programa teve uma audiência leal e desfrutou do profissionalismo da sua equipa de produção durante anos, mas chegou o momento de pôr um ponto final. Os pensamentos e a simpatia de todos aqueles que trabalham na ITV estão com a família e amigos de Steve Dymond”.

A reação do apresentador

O apresentador emitiu um comunicado, afirmando que tanto ele como a equipa estão “devastados” com o que aconteceu, cita a BBC.

Com 14 anos de liderança na manhãs da cadeia ITV, o programa de Jeremy Kyle chega assim ao fim da pior maneira. O apresentador vai continuar a trabalhar no canal, mas noutros projetos.

Ainda não são conhecidos os resultados da autópsia, mas o procurador de Portsmouth, em Hampshire, indicou que, muito provavelmente, deverá ser aberto um inquérito.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)