A Câmara Municipal de Matosinhos vota na terça-feira a abertura de um concurso público para a requalificação da orla costeira, num investimento de 2,3 milhões de euros, adianta a proposta a que a Lusa teve esta segunda-feira acesso.

A proposta “Matosinhos Mar – Requalificação da Orla Costeira – Medidas de Defesa Costeira”, que vai ser discutida em reunião privada do executivo municipal na terça-feira, consubstancia-se na implementação de medidas de proteção/defesa da erosão costeira para os planos de praia entre a praia de Angeiras Norte e a praia Azul.

O objetivo da obra é prevenir e defender pessoas, bens e sistemas de riscos naturais, promover a fruição pública do litoral, suportada na requalificação dos espaços balneares e do património ambiental e cultural, e potenciar os recursos ambientais como fator de competitividade, através da valorização das atividades económicas ligadas aos recursos do litoral e associadas à preservação dos recursos naturais, explica.

O preço base da empreitada lançada a concurso é de 2.3 milhões de euros e prevê um prazo de execução de 14 meses. Os serviços propõem a não contratação por lotes, pelo facto de não ser uma obra “cujo objeto é técnica e funcionalmente incindível e a sua separação causaria graves inconvenientes para a entidade adjudicante”, refere.