A chanceler alemã, Ângela Merkel, disse esta segunda-feira acreditar que os líderes europeus chegarão a um consenso na terça-feira sobre os cargos de topo na UE, depois de uma cimeira de mais de 18 horas que foi adiada sem acordo.

“Espero que, com boa vontade, seja possível chegar a um compromisso”, disse Merkel, em declarações aos jornalistas após a decisão do presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, de suspender os trabalhos mais de 18 horas depois do início da reunião em que se deveria ter chegado a um acordo sobre as nomeações para os cargos de topo da União Europeia (UE).

A chefe do Governo alemão reconheceu que as discussões são “complexas”.

Os trabalhos foram suspensos esta segunda-feira e serão retomados na terça-feira às 11h00 em Bruxelas (10h00 de Lisboa).