Depois de muita especulação, eis a oficialização: Iker Casillas e FC Porto renovam os votos de casamento e o guarda-redes vai mesmo continuar nos dragões. Mas desta vez o internacional espanhol pendura as luvas, veste o fato e passa a integrar o staff administrativo do FC Porto. As novas funções de Casillas foram anunciadas na manhã desta sexta-feira pelo clube azul e branco e o agora ex-guarda-redes vai passar a assegurar a “ligação entre os jogadores, o treinador e a direção”.

Vou fazer algo diferente do que habitualmente fazia, que era estar no terreno de jogo. Vou tentar fazer a ligação entre a equipa e o clube. O mister falou comigo na época passada quando aconteceu a minha situação e disse-me que queria que ficasse com eles, perto dos jogadores, perto dos jogadores mais novos, porque iriam existir várias mudanças. Vou tentar fazer o possível para ajudar os meus companheiros”, explicou Casillas em declarações ao FC Porto.

Casillas chegou a apresentar-se nos trabalhos de pré-época do clube. Contudo, a sua continuidade nos relvados era há muito questionada, desde que sofreu um enfarte agudo do miocárdio a 1 de maio deste ano.

O espanhol de 38 anos vai agora desempenhar as novas funções enquanto recupera do problema de saúde. As primeiras palavras de Casillas como dirigente foram de confiança e esperança num futuro com títulos para o FC Porto. “Vamos preparar-nos para fazer o melhor possível no início da época. Que todos juntos possamos fazer uma grande época e que possamos conquistar o campeonato, as taças e fazer o melhor possível na Europa”, declarou.

O campeão do mundo espanhol chegou aos dragões na época 2015/2016, proveniente do Real Madrid. Fez um total de 156 jogos à frente das balizas azuis e brancas e conquistou uma Liga NOS e uma Supertaça Cândido de Oliveira.

Artigo atualizado às 11h10