O governo do Japão classificou esta quinta-feira como “extremamente lamentável” o lançamento de mísseis de curto alcance pela Coreia do Norte, informando, no entanto, que não chegaram ao território japonês nem à sua zona económica exclusiva.

“Se são mísseis balísticos, trata-se de uma violação das resoluções da ONU (…) Os recentes disparos de projéteis são extremamente lamentáveis”, disse o ministro da Defesa japonês, Takeshi Iwaya, citado pela agência France-Presse (AFP).

Militares sul-coreanos anunciaram  que a Coreia do Norte lançou dois mísseis de curto alcance que caíram no mar, no primeiro lançamento em mais de dois meses, numa altura em que Washington e Pyongyang lutam para retomar as negociações.

O exército sul-coreano disse ainda que os mísseis foram lançados a partir da cidade costeira de Wonson e que voaram cerca de 430 quilómetros antes de aterrarem nas águas ao largo da costa leste do país.

Nos últimos dias, a Coreia do Norte tem aumentado a pressão sobre os Estados Unidos e a Coreia do Sul, na sequência das manobras militares previstas este verão entre Seul e Washington.