O julgamento de cinco homens que enfrentam a pena de morte por alegadamente serem organizadores do ataque terrorista de 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos, vai começar em 11 de janeiro de 2021, foi esta sexta-feira anunciado.

Segundo o jornal New York Times, entre os cinco homens suspeitos está Khalid Shaikh Mohammed, considerado o cérebro do 11 de setembro, que causou cerca de três mil mortos. Khalid Shaikh Mohamed foi detido em 2003 e está, desde 2006, na base militar de Guantánamo (Cuba).

O juiz Shane Cohen, da Força Aérea, decidiu a data em que o júri militar será selecionado numa base localizada em Cuba, de acordo com uma ordem que inclui um calendário para o início do processo judicial em janeiro de 2021.

O calendário do juiz militar define a data de 1 de outubro como o prazo final para os procuradores entregarem uma lista de informações aos advogados de defesa.

Os cinco alegados envolvidos no processo judicial foram acusados em 5 de maio de 2012, numa sala especial de segurança nacional num tribunal de Guantánamo.

Esta é a primeira vez que um juiz estabelece uma data de início para o julgamento, apesar de pedidos dos procuradores desde 2012 a dois magistrados anteriores.