Um incêndio deflagrou nesta quarta-feira num colégio interno nos subúrbios da capital da Libéria, Monróvia. Pelo menos 27 pessoas morreram, maioria são crianças, avança a BBC.

As autoridades disseram à BBC que ainda estão à procura de mais vítimas. O porta-voz da polícia, Moses Carter, disse à Reuters que o incêndio terá sido provocado por um problema elétrico, mas que as investigações ainda estão em curso.

“As crianças estavam a aprender o Corão quando o fogo começou”, explicou. Já segundo a BBC, as crianças ainda não estavam acordadas quando o edifício – que se situa ao lado de uma mesquita — se incendiou.

De acordo com a estação televisiva britânica, o fogo terá começado durante a madrugada na mesquita e depois progredido até atingir a escola.  O correspondente da BBC na Libéria relata que as ambulâncias da Cruz Vermelha retiraram vários corpos do local

A agência noticiosa AFP avança que a maioria das vítimas tinham entre 10 e 20 anos.

Entretanto, o Presidente da Libéria, George Weah, já enviou as condolências às famílias. “É uma altura complicada para as famílias das vítimas e para toda a Libéria. As mais profundas condolências aos enlutados”, lê-se no tweet.