O assalto aos paióis de Tancos foi concretizado por um grupo de oito elementos, segundo o Ministério Público: João Paulino, ex-fuzileiro e alegado líder do grupo, António Laranjinha, João Pais ‘Caveirinha’, Gabriel Moreira ‘Tije’, Fernando Santos ‘Baião’ e Hugo Santos. Valter Abreu, por seu lado, terá ficado do lado de fora do quartel com uma função de vigilância depois de ter cortado a rede para o grupo entrar no perímetro militar.

Havia ainda um oitavo elemento chamado Fernando Guimarães ‘Nando’ que teria participado no assalto mas o Ministério Público concluiu que apenas participou nos atos preparatórios e não na execução do furto das armas. Daí não ter sido acusado.

Esta é a lista completa dos 23 acusados no caso, com os respetivos crimes de que são acusados:

José Azeredo Lopes (ex-ministro da Defesa): crime de denegação de justiça e prevaricação (1), favorecimento pessoal praticado por funcionário (1), abuso de poderes ( em autoria singular) e denegação de justiça (em autoria singular);

Luís Vieira (coronel, ex-diretor da Polícia Judiciária Militar): crime de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1) e falsificação ou contrafação de documento (1);

Vasco Brazão (major, investigador da Polícia Judiciária Militar): crime de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1) e falsificação ou contrafação de documento (1);

Luís Sequeira (tenente-coronel, chefe da Secção de Informações e Investigação Criminal da GNR do Algarve): crime de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1), falsificação ou contrafação de documento (1) e falsificação ou contrafação de documento (em autoria singular);

Amândio Marques (coronel, diretor da Direção de Investigação Criminal do Comando Operacional da GNR): crime de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1) e falsificação ou contrafação de documento (1);

Taciano Correia (coronel, ex-diretor da Direção de Investigação Criminal do Comando Operacional da GNR): crime de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1), falsificação ou contrafação de documento (1) e falsificação ou contrafação de documento (em autoria singular);

Roberto Pinto da Costa (major, Polícia Judiciária Militar): crime de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1), falsificação ou contrafação de documento (1), detenção de arma proibida (em autoria singular), detenção de arma proibida (em autoria singular);

Filipe Sousa (2.º Furriel do Exército): crimes de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1) e terrorismo (1);

João Paulino (ex-fuzileiro): crime de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1), terrorismo (1) e detenção de cartuchos e munições proibidos (em autoria singular);

António Laranjinha (grupo João Paulino): crime de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1) e terrorismo (1);

João ‘Caveirinha’ (grupo João Paulino): crime de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1) e terrorismo (1);

Gabriel Moreira ‘Tije’ (grupo João Paulino): crime de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1) e terrorismo (1);

Fernando Santos ‘Baião’ (grupo João Paulino): crime de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1) e terrorismo (1);

Hugo Santos (grupo João Paulino): crime de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1) e terrorismo (1);

Valter Abreu: crime de associação criminosa (2), tráfico e mediação de armas (1) e terrorismo (1);

Pedro Marques (grupo João Paulino): crime de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1) e terrorismo (1);

Jaime Oliveira: crime de associações criminosas (1) e tráfico e outras atividades ilícitas (1);

Caetano Santos: crime de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1) e falsificação ou contrafação de documento (1);

Bruno Ataíde: crime de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1) e falsificação ou contrafação de documento (1);

José Gonçalves: crime de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1) e falsificação ou contrafação de documento (1);

Mário Carvalho: crime de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1) e falsificação ou contrafação de documento (1);

José Costa: crime de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1) e falsificação ou contrafação de documento (1);

Nuno Reboleira: crime de associação criminosa (1), tráfico e mediação de armas (1) e falsificação ou contrafação de documento (1).

Artigo atualizado com a informação relativa a Fernando Guimarães