O antigo ministro das Finanças e atual presidente do EuroBic, Fernando Teixeira dos Santos, ameaçou processar a antiga eurodeputada socialista Ana Gomes. A ameaça, proferida em declarações ao jornal Eco, resulta de publicações feitas por Ana Gomes na rede social Twitter, nas quais acusava a empresária angolana Isabel dos Santos de “lavar dinheiro” através do banco a que Teixeira dos Santos preside. “Ou prova o que afirma ou será acusada de difamação”, disse agora o antigo ministro de Sócrates ao jornal digital.

Ana Gomes tinha comentado no Twitter uma entrevista que a filha do antigo presidente angolano José Eduardo dos Santos deu, revelada pela agência Lusa. Na entrevista, Isabel dos Santos, que é a mulher com mais património do continente africano, garantia que a sua capacidade de investimento nos últimos anos resultara de empréstimos contraídos e não de dinheiros públicos angolanos.

Em reação, a antiga eurodeputada socialista acusou Isabel dos Santos de esquemas ilegais — “endivida-se muito porque, ao liquidar as dívidas, ‘lava’ que se farta” — e acrescentava: “Que jeito dá à PEPíssima [Pessoa Politicamente Exposta] acionista Isabel dos Santos o Banco EuroBic! Está na rede Swift e na Zona Euro, passa por lá para liquidar dívidas junto de outros bancos”.

Em agosto, em entrevista à rádio Observador, Ana Gomes desafiava assim o Benfica, que se indignou e pediu explicações ao PS na sequência de dúvidas expressas por Ana Gomes no Twitter, relativas ao negócio da venda de João Félix ao Atlético Madrid por 120 milhões de euros. A socialista perguntou no Twitter se este seria “negócio de lavandaria”, o clube encarnado pediu explicações e Ana Gomes respondeu: “Estou aqui sentadinha à espera que me processem”.