O projeto de dinamização cultural NORTEAR, que junta a Galiza (Espanha) e o Norte de Portugal, foi distinguido com o prémio “Sail of Papenburg”, da Associação das Regiões Fronteiriças da Europa, informou esta segunda-feira a Direção Regional de Cultura do Norte.

Em comunicado, a direção regional informou que a iniciativa foi distinguida na categoria de Melhor Projeto de Cooperação Transfronteiriça. O galardão foi entregue no passado fim de semana, durante a Conferência anual da Associação das Regiões Fronteiriças da Europa (ARFE), que decorreu em Dresden, na Alemanha.

O NORTEAR visa a promoção e dinamização cultural comum entre as duas regiões e tem vindo a ser desenvolvido, desde 2015, através de diferentes projetos, envolvendo, além da direção greional, a Junta da Galiza e o Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Galiza – Norte de Portugal.

Na nota, é destacada a “colaboração continuada” das três entidades em “diferentes atividades, tendo em vista o conhecimento mútuo da cultura, da literatura e da criação artística em geral, em ambos os territórios”.

O projeto é cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), ao abrigo do Programa Interreg V-A Espanha – Portugal (POCTEP) 2014-2020.

Segundo a direção de Cultura do Norte, a iniciativa “tem já assegurado financiamento para a execução do NORTEAR II, mantendo os objetivos e as ações originais do NORTEAR”: “a criação artística transdisciplinar sob o mote da obra literária vencedora, conversas, tertúlias literárias, encontros, residências de criação artística, intercâmbio de obras literárias, publicações e/ou exposições”. A nova edição passa ainda a incluir “a produção de rotas literárias e documentários sobre uma série de escritores galegos para integração na plataforma Escritores a Norte, criada pela direção regional”.

A Associação das Regiões Fronteiriças Europeias, com sede na Alemanha, é uma organização que tem como objetivo a representação dos interesses das regiões fronteiriças e transfronteiriças europeias quer a nível europeu, quer a nível nacional e regional.

O prémio “Sail of Papenburg” pretende distinguir estratégias, projetos, programas e ações no âmbito de cooperação transfronteiriça que podem ser vistos como modelos. “Ao mesmo tempo, motiva as regiões fronteiriças e transfronteiriças a contribuírem ativamente para uma melhor compreensão e melhores relações nas fronteiras entre as nações em toda a Europa“, refere a nota.