Os projetos Miap, Kitchen Villages e Fumeiro do Mar venceram a segunda edição do From Start-to-Table, o programa de aceleração de projetos de restauração da Startup Lisboa, nas categorias “Tecnologia para Restauração”, “Novos Conceitos de Restauração” e Produtos Inovadores de Food and Beverage”, respetivamente.

A Miap é uma plataforma digital para restaurantes, bares e hotéis poderem fazer pedidos e pagamentos em 30 segundos. Foi fundada pelo francês Sylvain Moreau, 37 anos, e pela belga Stéphanie Lengelé, de 29. Já a Kitchen Villages, fundada por Margarida Cosya, 31 anos, e Frederico Pires, 37, desenvolveu uma rede de contentores-cozinha. Por último, a Fumeiro do Mar produz cavala fumada naturalmente, assumindo-se como alternativa ao consumo de outras espécies sobre consumidas, como a sardinha.

Cada vencedor do From Start-to-Table recebe 10 mil euros para investir no negócio e terá acesso a incubação direta e gratuita na Startup Lisboa, durante seis meses. Para esta edição, candidataram-se 150 projetos, oriundos de mais de 32 países. O júri escolheu os 24 finalistas, que, entre 12 de outubro e 10 de dezembro, tiveram oportunidade de trabalhar na prototipagem e validação do conceito, serviço e produto.

No final da sessão, Miguel Fontes, diretor executivo da Startup Lisboa, anunciou que, no próximo ano, aquela que é a primeira incubadora de startups lisboeta vai promover uma nova edição do programa “que se afirmou
já como referência no sector da restauração”.

O From Start-to-Table conta com o apoio do Turismo de Portugal e é fruto de uma rede de parceiros como a Delta, a Sagres, a Zone Soft e a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP).