Menezes Leitão é o novo bastonário da Ordem dos Advogados, depois de vencer a segunda volta das eleições que terminaram esta sexta-feira, frente ao atual bastonário Guilherme Figueiredo, disse à Lusa fonte oficial da ordem.

Em declarações à Rádio Observador, o novo bastonário afirmou que as eleições foram difíceis, uma vez que a sua lista acabou por ser a única oposição ao atual bastonário na segunda volta. “Mas nós sempre acreditámos que os advogados estariam connosco e quereriam a mudança”, confessou.

“A partir de agora, voltaremos a devolver a Ordem aos advogados”, afirmou Menezes Leitão, explicando que planeia, “primeiro que tudo, resolver o problema da não atualização dos honorários no acesso ao direito”, uma tabela que está “por atualizar desde 2004”.

Em relação à manifestação dos advogados desta sexta-feira, o novo bastonário garantiu querer “corrigir as imensas injustiças” que existem no “sistema de presidência”.

O candidato Menezes Leitão conseguiu 8.762 votos na segunda volta das eleições, que começaram na quarta-feira e terminaram esta sexta-feira, enquanto Guilherme Figueiredo, que procurava uma reeleição, alcançou nos 7.474 votos.

Segundo a mesma fonte, registaram-se ainda 3.503 votos brancos e 410 inválidos. Estavam aptos a votar nas eleições da Ordem dos Advogados cerca de 33 mil advogados.