A comissão política regional do PSD/Madeira já decidiu: as sedes do PSD na região não vão abrir no próximo sábado. “Decidimos pelo boicote, não vamos abrir as portas”, confirmou ao Observador o secretário-geral do PSD/Madeira, José Prada, já apósa reunião desta terça-feira. Sobre mais consequências a tomar, José Prada diz que ainda está “a ser estudada a possibilidade de fazer queixa ao Tribunal Constitucional“.

Já na manhã desta terça-feira o presidente do PSD/M e do governo regional, Miguel Alburquerque, tinha feito uma declaração ao jornal Público que apontava para o boicote: “Vamos abrir as sedes para quê? Para depois os votos não contarem?”. O Expresso já tinha, aliás, avançado que a decisão de boicotar as eleições estava fechada.

As outras hipóteses, rejeitadas, que estavam em cima da mesa era abrir as urnas como no último sábado para cerca de 2500 militantes ou ainda abrir apenas para os 104 militantes.

Artigo atualizado às 20h20 com o resultado da reunião da Comissão Política Regional do PSD.