A startup portuguesa de tradução automática Unbabel quer reforçar a expansão nos EUA e contratou um novo diretor-geral e vice-presidente de vendas para o mercado norte-americano. Miles Kane é o nome escolhido para impulsionar o crescimento da solução de apoio ao cliente nos EUA, informou a empresa que alia inteligência artificial à pós-edição humana, esta terça-feira, em comunicado.

O primeiro escritório da Unbabel na América do Norte (mercado estratégico para a empresa) abriu em outubro de 2018, em São Francisco, e é lá que Miles Kane ficará sediado. Entretanto, a empresa abriu outro escritório nos EUA, em Pittsburgh, onde tem um escritório de pesquisa em inteligência artificial.

“Com esta contratação, a Unbabel reforça e consolida a sua presença em toda a região. Atualmente, a empresa está a criar as suas equipas de contas estratégicas tanto em São Francisco como em Nova Iorque, com o objetivo de responder à crescente base de clientes e para futuras oportunidades de mercado”, lê-se no comunicado.

Miles Kane tem mais de uma década de experiência a criar e a liderar equipas de vendas em startups de forte crescimento na América do Norte e na região EMEA (Europa, Médio Oriente e África). “Miles Kane traz consigo um nível de experiência e de liderança necessários para oferecer um suporte eficiente e multilíngue a várias marcas na América do Norte”, afirma Wolfgang Allisat, diretor de receitas da Unbabel.

Miles Kane passou por startups como a Drift, a Altocloud ou a SmartBear

Já Miles Kane afirma que “ajudar empresas modernas que necessitam de comunicar em vários idiomas em tempo real é um problema realmente difícil de resolver, e que experienciei em primeira mão nas minhas duas últimas startups. A tecnologia e a equipa que a Unbabel construiu e criou nos últimos anos para resolver este problema é
realmente muito impressionante”.

A Unbabel permite às empresas comunicar com os seus clientes nas suas línguas nativas, com um canal de tradução, assente num sistema de inteligência artificial, que está aliado a uma rede global de tradutores. Com 91 milhões de dólares captados de investidores e mais de 250 colaboradores, conta com nomes como o Facebook, Microsoft ou Booking.com entre os seus clientes.