Como é habitual entre os artistas, Chris Brown tem um gosto relativamente conservador no que respeita a desportivos. Gosta dos Ferrari e, sobretudo, dos Lamborghini, mas se é tradicionalista em relação às marcas e aos modelos, já o mesmo não acontece com as decorações e as transformações, quase tão ousadas quanto as linhas do desportivo italiano.

View this post on Instagram

????

A post shared by CHRIS BROWN (@chrisbrownofficial) on

Chris Brown possuía um Lamborghini Aventador SV, uma máquina com quatro rodas motrizes, quatro rodas direccionais, um motor 6.5 V12 atmosférico com 750 cv e a capacidade de rodar a 350 km/h. Mas depois de o pintar de todas as formas e feitios, inclusivamente com um Dragon Ball Z, o cantor cansou-se e pediu ao transformador RDBLA, de Los Angeles, que tornasse o coupé desportivo mais impactante.

A estratégia do preparador foi cortar os guarda-lamas originais para ali montar uns alargamentos extremamente generosos. E eles são mais que necessários, uma vez que além dos espaçadores para alargar as vias, Brown quis montar umas belas (e largas) jantes da Forgiato Wheels.

4 fotos

Toda a carroçaria e jantes foi depois revestida a película, numa cor estranha que dificilmente fará (um bom) conjunto com um desportivo com a raça de um Aventador SuperVeloce. Mas a especialidade de RDBLA é “albardar o burro à vontade do dono” e esta era, decididamente, o desejo do popular cantor.  Veja aqui como tudo foi feito: