Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

À meia-noite do dia 25 de Abril, Vhils decidia perfurar a parede de sua casa para esculpir a imagem de José Afonso durante o direto do programa de Instagram “Como É Que O Bicho Mexe”, de Bruno Nogueira, com mais de 60 mil pessoas a assistir. Aparentemente, os vizinhos estavam avisados e não houve problemas com o barulho da picareta.

Antes dele, também a street artist e ilustradora Tamara Alves, a trabalhar em casa durante a quarentena, elegia uma parede da sala para, ao som de uma playlist escolhida a dedo, pintar ao vivo a imagem de uma rapariga durante a edição online do Festival Iminente.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.