Nos dias que correm, a estratégia dos fabricantes dos superdesportivos para fazer maravilhas à contabilidade passa por conceber versões especiais para estrada ou, no limite, unidades específicas para utilização em pista, para as quais não parecem faltar clientes ávidos de se separar de largos milhões de euros, apesar de não poderem circular em vias abertas ao público. O novo Lamborghini Essenza SCV12 é disso um exemplo, ao assumir-se como um modelo de competição destinado aos proprietários em busca de emoções em pista, seja numa sessão de track days ou até mesmo em competição, pois o Essenza SCV12 foi concebido de acordo as especificações de segurança da FIA para protótipos. Foi mesmo o primeiro carro de GT a obedecer a este princípio.

5 fotos

A base do Essenza SCV12 é necessariamente o Lamborghini Aventador e o seu imponente V12 com 6,5 litros. Só que a possibilidade de não ter de respeitar as limitações de ruído e de emissões permitiu aos técnicos italianos elevar a potência que, depois de fornecer 770 cv no Aventador SVJ, atinge agora 830 cv, o que num V12 atmosférico é obra. A caixa de velocidades é uma X-trac sequencial com seis velocidades, sendo que o modelo recorre apenas a tracção traseira, para poupar peso, maximizar o comportamento e, sobretudo, dar mais prazer de condução.

11 fotos

Com a Lamborghini a anunciar que vai apenas fabricar 40 unidades do seu mais recente brinquedo, os orgulhosos proprietários vão integrar um clube exclusivo, que lhes dará acesso a uma série de programas e eventos, já a partir de 2021. Resta saber o que a marca transalpina tem reservado para os seus fãs, mas é de esperar desde cursos de condução a experiências em pista acompanhados de pilotos profissionais, além de eventos em circuitos míticos e, por que não, corridas.

Se a potência subiu consideravelmente, o peso desceu de forma ainda mais exuberante. A prova disso é que o Aventador, com o seu sistema de tracção integral destinado a proporcionar a máxima segurança a quem circule mais rápido em estrada aberta e possa deparar-se com estradas molhadas, com terra ou neve, pesava 1690 kg. Comparado com este, o novo SCV12 surpreende ao acusar somente 1378 kg quando colocado sobre a balança. O mais curioso é que a aerodinâmica do SCV12 é de tal forma apurada, com as suas asas, que consegue gerar um apoio aerodinâmico de 1200 kg quando a circular a 250 km/h, permitindo que a esta velocidade o Essenza quase consiga percorrer um túnel “colado” ao tecto. Veja aqui a apresentação do novo modelo italiano: