A Polícia Judiciária (PJ) deteve, na terça-feira, fora de flagrante delito, o presumível autor de dois incêndios florestais ocorridos na semana passada em Celorico de Basto, informou esta quarta-feira a autoridade.

Segundo um comunicado da PJ, as ignições aconteceram nos dias 3 e 4, numa freguesia daquele concelho do distrito de Braga, em zonas de densa vegetação, com grandes declives de terreno.

A PJ assinala que o arguido, de 68 anos, “com a sua atuação dolosa, pretendeu efetuar a limpeza de terrenos agrícolas e florestais, para afugentar animais selvagens e para renovação dos pastos para animais, bem sabendo que, na altura, tais práticas estavam totalmente interditadas”.

As diligências realizadas pela autoridade policial permitiram a recolha de “substanciais elementos de prova”, que conduziram à detenção, a qual, lê-se no comunicado, contou com a colaboração do Grupo de Trabalho do Norte de Redução das Ignições Florestais.

O detido será agora presente à autoridade judiciária competente para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.