A oficialização da candidatura de João Ferreira pelo Partido Comunista Português tem poucas horas, mas as suficientes para já reunir apoios de outros partidos. A deputada socialista, Isabel Moreira foi uma das primeiras e expressou, claramente, o seu apoio através de uma publicação nas redes sociais. Um apoio que diz ser “em nome do Estado de direito”.

João Ferreira é o candidato do PCP às presidenciais

Depois de considerar um erro a falta de um candidato oficial do partido que integra, Isabel Moreira diz-se “livre para escolher” e a cruz no boletim de voto será para o candidato comunista, João Ferreira. A deputada do PS reconhece em João Ferreira os traços de “democrata, avesso a populismos”.

Publicação de Isabel Moreira no Facebook.

“Os ataques à democracia que se fazem sentir na Europa , nos EUA, no Brasil , etc, são ataques que, por aqui , recordam-nos da importância de partidos como o PCP”, escreveu a deputada socialista no Facebook frisando a “institucionalização do conflito que evita o sonho dos inimigos da democracia”, entre eles a extrema-direita que diz fazer “tantas horas da comunicação social”.

E,mais importante, gosto muito do João Ferreira. Acho que é um democrata. Avesso a populismos, o que traz exatamente aquilo que quero que seja marcado nesta campanha, que tanto promete nessa matéria”, escreveu Isabel Moreira no Facebook.

A deputada socialista conclui afirmando que se tratará de um voto “em nome de uma democracia não populista” e em nome “do Estado de direito”.