Quarenta e cinco migrantes de origem magrebina, incluindo uma mulher e cinco presumíveis menores, chegaram na manhã desta quarta-feira à costa da Grã-Canária em três barcos, declarou um porta-voz dos serviços de emergência de Espanha.

A primeira das embarcações foi detetada, já em terra, na Playa del Inglés por volta das 03:50 locais (mesma hora em Lisboa), com 20 homens a bordo, dos quais três poderiam ser menores.

O segundo barco chegou às 04:15 à costa de Meloneras com sete pessoas: quatro homens adultos, uma mulher e dois homens que podem ser menores.

A terceira embarcação foi auxiliada às 04:42 por um navio do Resgate Marítimo a cinco quilómetros e meio da costa sul da Grã-Canária. Nesta embarcação estavam 18 homens.

Essas 45 pessoas foram transferidas para o campo de emergência da Cruz Vermelha, no cais de Arguineguín, para que estes migrantes fossem identificados pela polícia, recebessem os primeiros cuidados e realizassem o teste de Covid-19.

Os serviços de emergência disseram que não foi necessário encaminhar nenhum deles ao hospital.