Donald Trump disse esta quinta-feira que deixará a Casa Branca, caso o Colégio Eleitoral vote no presidente eleito Joe Biden. Segundo Reuters, as afirmações foram feitas a jornalistas depois do tradicional discurso do Dia de Ação de Graças.

Questionado pelos jornalistas, o republicano afirmou que “certamente irá” abandonar a presidência assim que Joe Biden seja formalmente escolhido pelo Colégio Eleitoral. “Certamente irei, e vocês sabem disso”, disse.

Horas depois, no Twitter, Trump veio acusar a comunicação social se “coordenou para que a verdadeira mensagem da conferência nunca seja divulgada”. E essa mensagem é a de que ganhou as eleições. “O ponto principal foi que as eleições de 2020 foram FRAUDULENTAS e que EU GANHEI!”, escreveu.

Apesar de ter afirmado que continuará a lutar pelos resultados em estados como a Pensilvânia e o Michigan, esta foi a primeira vez que Trump se mostrou disponível para uma transição de poder pacífica. As declarações do presidente republicano surgem dias após a Administração dos Serviços Gerais ter informado Joe Biden de que a equipa de Donald Trump está preparada para começar o processo formal de transição.

Administração de Trump está preparada para começar o processo de transição, mas Presidente recusa admitir derrota

Joe Biden venceu as eleições de 3 de novembro com 306 votos no Colégio Eleitoral, contra 232 de Donald Trump. Para ser considerado vencedor, precisava de apenas 270 votos. O Colégio Eleitoral reunir-se-á a 14 de dezembro para formalizar os votos.