Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Quanto tempo falta para deixarmos de falar de tudo o que nos escapa? Não é por acaso que o ponteiro dos segundos tem destaque especial no design da SILICA (ou dos SILICA): se há coisa que este ano nos ensinou é a necessidade de pontualidade máxima no encontro com o agora. “Somos amigos de infância e ao longo de inúmeras conversas e partilhas, reparámos que cada vez mais falávamos da falta de tempo. Ganhámos consciência de que vivemos a vida a pensar no futuro e no passado, mas nunca no presente, explica Francisco Malvar, para um breve regresso aos primórdios do projeto.

“Esta discussão foi ganhando maior relevância nas nossas vidas e, em 2018, surgiu a ideia de criar e lançar uma marca focada no tempo”, continua o designer freelancer, a quem se se juntam David Delgado, arquiteto, Paulo Alves, mestre em gestão, e João Neto, licenciado em Ciências de Comunicação. Todos naturais da Lourinhã, onde cresceram, a um passo da praia e das referências que mais força ganham na composição da marca, entretanto materializada.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.