O Serviço de Saúde da Madeira (Sesaram) assegurou tratamentos de diálise a doentes afetados pela tempestade do dia de Natal no norte da ilha, indicou, este sábado, a Secretaria Regional de Saúde, referindo que disponibilizou também apoio psicológico à população.

“Alguns [doentes] ficaram impossibilitados de saírem das suas casas, mas graças ao apoio dos bombeiros foi possível transportar estes doentes até ao local onde realizam os tratamentos”, esclarece em comunicado.

As freguesias de Ponta Delegada e Boaventura, no concelho de São Vicente, foram as mais atingidas pelo temporal que se abateu na costa norte da Madeira no dia 25 de dezembro, levando a que 27 pessoas fossem retiradas de suas casas por motivos de segurança.

A chuva intensa e persistente provou derrocadas e danos em várias estradas, pelo que alguns sítios, nomeadamente na zona alta de Ponta Delgada e na freguesia de Boaventura, ficaram temporariamente isolados.

“Alguns doentes tiveram de ser transportados a pé até um local acessível por uma viatura de bombeiros. Ao todo foram quatro os doentes de diálise afetados”, refere a Secretaria da Saúde e Proteção Civil.

O Sesaram está a assegurar também o levantamento de necessidades de outros doentes, tendo em vista disponibilizar algum tipo de medicação que se perdeu devido à inundação das moradias.

“A par de todo este apoio, foi ativada uma equipa de psicólogos do Sesaram para prestar todo o tipo de apoio psicológico às pessoas afetadas pelo mau tempo na costa norte”, refere a Secretária da Saúde.