Apps do Android nos computadores, videojogos, a aposta numa loja oficial de aplicações e um sistema operativo que quer pô-lo a ser mais produtivo até quando usa um tablet. Numa apresentação que ficou marcada por várias falhas técnicas que ocorreram na transmissão em direto — em todo o mundo houve pausas e quem se queixasse de que não conseguia acompanhar devidamente o evento –, a Microsoft apresentou esta quinta-feira o seu próximo sistema operativo, o Windows 11. De acordo com Satya Nadella, presidente executivo da Microsoft, “a aspiração do Windows 11 é ser a base da próxima web”.

A data de lançamento desta versão do sistema operativo da Microsoft está marcada para “o início deste verão” e, mantendo uma promessa de 2015 da empresa, este vai estar disponível gratuitamente para quem já tem o Windows 10 até “2022”. Em cinco pontos, deixamos as principais novidades do Windows 11.

[O vídeo de apresentação do novo Windows 11]

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.