Obrigado por ser nosso assinante. Pode ler este e todos os artigos do Observador em qualquer dispositivo.

James Bond é o agente secreto ao serviço de Sua Majestade, criado pela 7ª Arte, que emociona a maioria com as suas aventuras, onde não há nada nem ninguém que lhe consiga fazer frente. Também a Land Rover acredita que o seu Defender, mesmo na sua versão actual, mais refinado e civilizado, não tem muitos obstáculos que não consiga ultrapassar e usa os filmes do 007 para provar isso mesmo.

O Defender V8 Bond Edition começa por impressionar ao surgir todo pintado de preto, para mais na versão 110 de cinco portas, a mais comprida da gama. Uma série de pormenores identificam a versão, da luz de boas-vindas (projectada no solo) à referência ao 007 nas embaladeiras e na tampa da mala.

Como a denominação indica, o Bond Edition monta o motor mais potente do modelo, o V8 com 5 litros de capacidade que, soprado por um compressor volumétrico, consegue atingir 525 cv de potência e 625 Nm de binário. O compressor volumétrico não incrementa a potência da mesma forma generosa que caracteriza os turbocompressores, mas em compensação mantém intacto o roncar rouco do V8, uma vez que os gases de escape não são abafados ao ter de fazer mover o turbo.

O responsável pela marca dentro do grupo Jaguar Land Rover, Finbar McFall, afirmou que “este será um dos mais possantes Defender de sempre”, para depois recordar que o SUV 4×4 “representa uma associação entre duas grandes marcas britânicas”, salientando “os 38 anos de ligação entre a Land Rover e o 007”.

O Defender V8 Bond Edition, de que apenas irão ser fabricadas 300 unidades, será proposto por cerca de 15.000€ acima do Defender 110 normal, equipado com motor V8. O filme 007 – Sem Tempo para Morrer estreia a 30 de Setembro.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR