Três formatos de grande público para os domingos à noite, três novelas a estrear, sinergias entre a SIC e a plataforma de streaming Opto. E ainda isto: um programa com Bruno Nogueira, que está guardado a sete chaves. Foram estas as principais novidades da programação da SIC, apresentadas na segunda-feira num encontro com a imprensa que decorreu no Parque de Monsanto, em Lisboa. Já esta terça, ao Observador, o diretor de programas da estação defendeu que a nova grelha revela “diversidade de géneros” e “uma noção clara da estratégia” da SIC.

O programa de Bruno Nogueira “está a ser trabalhado” e ainda não tem qualquer episódio gravado. “Será de cariz humorístico, mas não exclusivamente” e “marca o regresso dele ao entretenimento puro e duro”, classificou Daniel Oliveira. “Vai ter um registo em que o Bruno parece ser perfeito, no sentido em que consegue um equilíbrio entre o lado humorístico e outro não tão humorístico”, sublinhou.

O mesmo responsável não quis adiantar a data da estreia, mas sugeriu que isso só acontecerá em dezembro ou janeiro. “Optámos, nesta fase, pelo recato. Num mercado tão competitivo como o nosso, há projetos que têm primeiro de ser concretizados e só depois podem ver a luz do dia. Estamos a trabalhar no programa, veremos se vai estar no ar ainda este ano ou no arranque de 2022.”

O humorista e ator Bruno Nogueira obteve um êxito estrondoso durante os meses da pandemia, com muitos milhares de espectadores a seguirem as emissões de Instagram de “Como é que o Bicho Mexe”. Já depois, e também na SIC, foi um dos responsáveis de “Princípio Meio e Fim”. Entusiasmado, Daniel Oliveira está até “convicto de que o novo programa do Bruno Nogueira vai marcar não só a televisão portuguesa como a sociedade”.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.