Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Foi “o segundo evento no espaço de um mês”, como descreveu Tim Cook, o presidente executivo da Apple. Esta segunda-feira, a empresa norte-americana, que ainda em setembro apresentava novos iPhone, divulgou novos produtos: auriculares airpod, colunas de som homepod mini, processadores e computadores Macbook.

Os novos Macbook, os computadores portáteis da empresa, utilizam novas versões dos processadores M1, o M1 Pro e o M1 Max. Segundo a Apple, tanto o Pro e o Max conseguem resultados mais rápidos do que os processadores da concorrência consumindo menos energia para o efeito. “Representam um grande passo em frente”, diz a empresa. O Max, que é mais potente do que o Pro, fazem parte dos novos computadores portáteis Macbook Pro da empresa.

O novo Macbook Pro

Como era esperado, a Apple apresentou também alterações no design para a sua versão de computadores portáteis topo de gama. Além de ecrãs — há uma versão com 16,2 polegadas e outra com 14 — com taxa de atualização de 120hz, o topo do ecrã é cortado por um entalhe (notch, em inglês), com sensores e uma câmara frontal de alta definição para videochamadas.

O novo MacBook Pro junta-se ao MacBook Pro de 13 polegadas com M1 para formar a mais forte linha de notebooks profissionais de todos os tempos”, diz a Apple.

Em comunicado, a Apple explica os novos MacBook Pro também “apresentam uma impressionante tela Liquid Retina XDR e uma ampla gama de portas para conectividade avançada”. Apesar de esta versão do computador ter apenas entradas USB-C, mantém uma entrada para auriculares com fios, um leitor de cartões SD e uma entrada HDMI para ligar um dispositivo a outros ecrãs.

As novidades do iPhone mais rápido, mais eficiente – e mais caro – de sempre

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Além disso, o computador volta a ter uma entrada para carregamento MagSafe, que facilmente permite ligar o dispositivo à concorrente. A empresa afirma também que esta versão Pro dos seus portáteis têm até mais 10 horas de autonomia e um carregamento 50% mais rápido.

Os novos airpods de terceira geração

Outra das novidade mais esperada para este evento era a nova versão dos auriculares sem fios da empresa. Depois de apresentar novidades quanto às colunas inteligentes da empresa e da inteligência artificial da Apple, a tecnológica revelou os AirPods de terceira geração. Além de melhorias quanto à qualidade de som, os auriculares têm agora uma bateria de até 30 horas e são compatíveis com a tecnologia de carregamento sem fios MagSafe.

A empresa diz que os novos AirPods têm mais qualidade de som

À semelhança do que a Apple tem feito desde 2020, a apresentação foi feita em formato online a partir da sede da empresa, em Cupertino, na Califórnia (EUA). Os novos produtos ficam disponíveis entre esta e a próxima semana.

O M1 Max