803kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Família de Carolina do Mónaco em peso no Baile da Rosa. Brilhos, Bollywood e a ausência de Charlene

Este artigo tem mais de 1 ano

O famoso Baile da Rosa aconteceu este sábado no Mónaco sob o tema Bollywood. A princesa Carolina e a família aderiram a um dress code de luxo com brilhos e Charlene foi a grande ausente.

12 fotos

Se estamos na primavera, se o cenário é o Mónaco e se a família da princesa Carolina se reuniu proporcionado um desfile de moda de luxo para o verão, então só pode tratar-se do Baile da Rosa. O evento de luxo com fins filantrópicos aconteceu na noite deste sábado e a princesa Charlene foi a grande ausente.

A princesa Carolina esteve acompanhada pelos quatro filhos, as noras e o namorado da princesa Alexandra, Ben Sylvester Strautmann. Só o marido de Charlotte Casiraghi faltou à chamada. Esta festa tem décadas e há sempre um tema, este ano o Sporting Club de Monte-Carlo transformou-se num templo de homenagem a Bollywood e a Salle des Étoiles encheu-se de cores garridas para um jantar com muita animação. O tema deu o mote ao dress code para a festa.

A princesa do Mónado, Charlotte Casiraghi, Beatrice Borromeo e Tatiana Santo Domingo renderam-se aos brilhos. Mãe e filha mantiveram-se fiéis à casa Chanel , marca que costumam usar neste evento. A princesa Carolina usou um vestido prateado de Alta Costura da coleção de outono/inverno 2012 e Charlotte Casiraghi optou por um vestido com transparências e plumas, da coleção prêt-à-porter para o verão 2023, que completou com luvas de ópera em tom rosa claro, um acessório que lembra a avó, a princesa Grace.

[Ouça aqui o primeiro episódio da série em podcast “O Sargento na Cela 7”.  A história de António Lobato, o português que mais tempo esteve preso na guerra em África.]

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Quanto às noras da princesa, Tatiana Santodomingo manteve escolheu por um vestido também Jenny Packham, a marca que Kate Middleton pôs na lista de preferências da realeza. Beatrice Borromeo, musa e amiga da casa Dior, usou um vestido da coleção resort 2023 da marca francesa para qual protagonizou uma campanha no início deste ano. A aristocrata italiana usou ainda um acessório de cabeça em modo de princesa da moda. A princesa Alexandra, a filha mais nova de Carolina, fugiu à regra e foi a mais sóbria da família com um vestido negro.

A princesa Carolina preside ao evento e chegou acompanhada pelo príncipe Alberto e por Christian Louboutin. O designer, famoso pelo seu calçado com solas vermelhas, foi o diretor artístico do evento. O cargo pertencia a Karl Lagerfeld, amigo de longa data da princesa Carolina, mas o designer alemão morreu em fevereiro de 2019, embora nesse ano o evento ainda tenha contado com o seu contributo. Para 2020 a princesa do Mónaco escolheu pessoalmente o designer francês, mas a pandemia de Covid-19 não deixou que a sua estreia se concretizasse.

O evento ficou marcado pela ausência da princesa Charlene, que esteve nesta festa pela última vez em 2014. Esta semana a mulher do príncipe Alberto já tinha sido notícia porque foi fotografada sem a sua aliança. Dias antes, o casal real tinha desmentido rumores de crise no casamento através do chefe de gabinete do palácio.

Quanto à decoração foram usadas 12 mil rosas, e seis mil cravos e grinaldas de jasmim. Mas o tema de Bollywood,  não se ficou pela decoração. Depois do jantar o espetáculo coube ao Bassant Group, um grupo de música folk composto por seis músicos provenientes do deserto Thar. A atuação contou a história de jovem indiana chamada Beauty que ía pela primeira vez ao Baile da Rosa e, com a ajuda das amigas, procura um vestido, segundo explica a revista Hola.  Kamal Kant e Megha Jagawat, da escola de dança Triwat, em Paris, criaram a coreografia. A segunda parte da festa ficou a cargo do cantor Mika.

[Ouça aqui o segundo episódio da série em podcast “O Sargento na Cela 7”. Uma história de guerra, de amor e de uma operação secreta.]

O Baile da Rosa é uma luxuosa festa com fins humanitários. A alta sociedade do Mónaco junta-se à família real e a convidados ilustres para uma noite de festa e filantropia no principado à beira Mediterrâneo, mais precisamente, no Sporting Club de Monte-Carlo. A festa é uma angariação de fundos para a Fondation Princess Grace, criada pela princesa em 1964 para ajudar pessoas e crianças com necessidades através de iniciativas humanitárias, culturais e filantrópicas. A princesa Grace presidia anualmente a este baile, mas, depois da sua morte em 1982, o príncipe Rainier passou-o para a filha mais velha, a princesa Carolina, que tem mantido o baile como um dos eventos sociais de distinção internacional.

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar
Junte-se ao Presidente da República e às personalidades do Clube dos 52 para uma celebração do 10º aniversário do Observador.
Receba um convite para este evento exclusivo, ao assinar um ano por 99€.
Limitado aos primeiros 100 lugares
Assinar agora Ver programa