O Partido Republicano da Florida designou Barron Trump, um estudante do ensino médio de apenas 18 anos, para ser um dos delegados chamados a nomear oficialmente o seu pai, Donald, como candidato às presidenciais dos EUA.

A presença de Barron Trump na lista de 42 nomes, ao lado dos irmãos mais velhos Eric e Don Jr., expõe a importância da família na dinastia política que o ex-presidente tenta estabelecer, que também nomeou recentemente sua enteada Lara como co-presidente do Partido Republicano a nível nacional.

De acordo com a estação televisiva norte-americana NBC, Barron Trump deverá comparecer à cerimónia de formatura da sua universidade na próxima semana, após completar 18 anos em março.

Esta é a primeira vez que o filho mais novo de Donald Trump ganha atenção mediática.

Ivanka Trump, conselheira do pai quando este estava na Casa Branca, mas agora afastada da política, não está na lista de nomes da candidatura presidencial.

Estes três filhos de Donald Trump — como todos os delegados à convenção do Partido Republicano da Florida — juntar-se-ão a centenas de outros delegados para dentro de dois meses empossar formalmente o seu candidato, após a sua vitória nas eleições primárias.

Esta convenção do partido ocorrerá em Milwaukee, de 15 a 18 de julho.

Tal como em 2020, Donald Trump enfrentará o candidato democrata e atual inquilino da Casa Branca, Joe Biden, nas eleições presidenciais de 5 de novembro.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR